Luan Santana-Vergonha na Cara

Página Inicial
Sertanejo
Luan Santana
Vergonha na Cara

Já é madrugada e nem sinal de sono Ouço o silêncio do meu coração O meu pensamento busca algum sentido Pra juntar as fotos que joguei no chão E não é legal quando você acorda E vê que é tarde demais pra deixar E quando a gente ama assim é foda Não vejo a hora de te encontrar Me ignora, manda embora, traz de volta Eu não tomo vergonha na cara Eu te amo e assumo Pois você também não vale nada Manda embora, traz de volta Eu não tomo vergonha na cara Eu te amo e assumo Pois você também não vale nada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *