Almir Sater-Planície de Prata

Página Inicial
Sertanejo
Almir Sater
Planície de Prata

O Sol Se Foi Sem Pressa Deixou O Céu Quase Sem Luz Até Que Veio Outra Estrela Brincar Com Meus Olhos Nus Não Soube A Resposta Certa Assim A Solidão Me Traduz Meu Coração De Poeta Guardei, Nem Sei Mais Onde Pus A Lua é Uma Porteira Aberta Planícies De Prata Onde Me Perdi Secreta Foi A Serenata Saudade Maltrata Jamais Te Esqueci

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *