Maiara & Maraisa-Chegou Chegando

Página Inicial
Sertanejo
Maiara & Maraisa
Chegou Chegando

Você abriu a minha porta sem bater Chegou chegando foi mesmo pra me render Hoje sou sua prisioneira, a tua réu A minha cela são seus braços me leva pro céu Você abriu a minha porta sem bater Chegou chegando foi mesmo pra me render E essas grades não são feitas de isopor Elas são feitas do mais puro e legitimo amor Você acende o meu desejo desperta o meu sono Fico sonhando acordada com você aqui Há um palmo do meu nariz assim me encantando Sempre me ganha na cena quando você diz: “Há tantas coisa que eu queria dizer Mas pra mim basta só você entender Que esse meu coração Esse meu coração Pertence a você” Você abriu a minha porta sem bater Chegou chegando foi mesmo pra me render Hoje sou sua prisioneira, a tua réu A minha cela são seus braços me leva pro céu Você abriu a minha porta sem bater Chegou chegando foi mesmo pra me render E essas grades não são feitas de isopor Elas são feitas do mais puro e legitimo amor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *