Rionegro & Solimões-Brete da Solidão

Página Inicial
Sertanejo
Rionegro & Solimões
Brete da Solidão

Hoje Vou Sair Pro Abraço Quero Caprichar No Laço Pra Laçar Uma Paixão Solidão Me Apavora Parecendo Espora No Peito Desse Peão Do Coração Tirei O Freio Ao Terminar O Rodeio Vou Sair Na Contramão Vou Fazer O Chão Tremer Não Vou Amanhecer No Brete Da Solidão Vou, Vou Rolar A Noite Inteira A Paixão Vai Ser Poeira Colorindo O Meu Espaço Vou, Vou Sair Botando Banca Vou Flechar Uma Potranca Na Arena Dos Meus Braços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *