Barrerito-Avião Assassino

Página Inicial
Sertanejo
Barrerito
Avião Assassino

Proclamado: Ninguém Pode Desfazer Aquilo Que Deus Determina O Brasil Chora Ao Perder Os Mamonas Assassinas Nos Braços Da Saudade Deixaram Crianças, Jovens, Velhos E Amigos Estou Cantando A História, Porque Também Aconteceu Comigo Como é Que Pode, Esta Vida é Tão Cruel São As Coisas Lá Do Céu, Não Podemos Entender São Os Mistérios Que A Vida Determina Somente A Força Divina, Pode Vir Nos Socorrer E Aliviar Essa Dor Que é Tão Imensa Se Existe Recompensa, Pra Que Deixar Esta Vida Assim Muitos Lutam, Para Conquistar A Glória Quando Alcançam A Vitória, Vem A Morte E Põe Um Fim Não Reparem Esse Meu Canto Doído Tenho O Meu Peito Ferido, Como Tantos Tem Agora A Fatalidade, Que Tirou Nossos Meninos Foi O Avião Assassino, Que Levou Eles Embora Quanta Dor, Quantas Lágrimas Caídas Uma Estrada Interrompida, Cinco Vidas E Um Adeus Cinco Chamas, Que Apagaram Suas Luzes Mas Nos Braços De Jesus, Foram Encontrar Com Deus Proclamado: “na Primavera Dos Sonhos, No Verão De Suas Vidas Os Mamonas Assassinas, Deixaram Suas Despedidas” Não Reparem Esse Meu Canto Doído Tenho O Meu Peito Ferido, Como Tantos Tem Agora A Fatalidade, Que Tirou Nossos Meninos Foi O Avião Assassino, Que Levou Eles Embora Quanta Dor, Quantas Lágrimas Caídas Uma Estrada Interrompida, Cinco Vidas E Um Adeus Cinco Chamas, Que Apagaram Suas Luzes Mas Nos Braços De Jesus, Foram Encontrar Com Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *